quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Indico: The Young Vitoria


Como de costume antes de dormir, sempre deixo baixando um filme que não tem nas locadoras da minha cidade, ou episódios de séries. E o escolhido da madrugada de hoje foi um filme indicado pela @queenlines com a ameaça de que se fosse ruim iria até Maceió pisar na cara dela de Nike Dunk.


Pois bem, não fui até Maceió, muito pelo contrário, agradeci por me indicar um filme tão bom que agora eu indico para todos que lêem esse blog. Eu que gostava desse lance de monarquia agora fiquei fascinado, estou pensando até em adotar como Life Style. As vestimentas antigas, a meneira cordial de tratar as pessoas. Sem contar as brigas que são de uma fineza que se humilha as pessoas usando ironia e sarcasmo e não baixaria na rua de casa.


Fotografia genial, cenário perfeito, palácios de uma beleza surreal, ótima seleção de atores, enfim... O enredo me agradou mais que os outros quesitos.

Uma pequena sinópse por mim: Vitoria era de uma linhagem real, sendo criada com todos os cuidados, mas no início todos pensam que é para um dia tomar o posto de Rainha, mas sua mãe e o conselheiros dela abusaram do cuidado para que um dia pudessem abusar dos poderes e obrigar Vitoria a assinar um contrato der regência para que a mãe dela pudesse assumir os poderes reais. Podres nos quais o conselheiro iria se esbaldar também já que Vitoria era menor de idade e seu tio o rei estava com a saude deteriorada. Claro que ela recusou se não o tivesse feito não haveria um filme sobre como ela desistiu das coisas facilmente...

Enfim, começa a corrida sobre seu par romântico, os partidos políticos colocando pressão em sua cabeça para fazer um matrimônio em benefício do partido. Estratégias sendo montadas, príncipes aos seus pés, insegurança por ser muito jovem, polêmica por ser influenciada pelo Lorde Melborne.

E o desfecho de quem foi seu par romântico, se ela conseguiu superar as críticas e fazer um bom reinado, só assistindo não é?

Update: O Royal Albert Hall, uma casa de show que vários shows fodas passaram por lá (inclusive do The Killers uma das minhas bandas favoritas, The Smiths, The Beatles, Rolling Stone) foi construída em memória ao príncipe Albert do filme.

5 comentários:

  1. Resenha mais que amazing! sempre falei que minhas sugestões são as melhores -]

    ResponderExcluir
  2. nem pra ter o link pra baixar haha
    brincando,
    c escreve bem. curtí

    ResponderExcluir
  3. Nossa, fiquei com vontade de assistir agora. Vou baixar, parabéns pela resenha, está perfeita.

    ResponderExcluir